MEU MUNDO AGRADECE SUA VISITA ,OBRIGADO !

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

DOCE MEMÓRIA

Um dia de estranho desejo

E uma noite que queimou como fogo
Para sempre em meus sonhos

Meu coração será pendurado
a esta doce memória

Me leve de volta para o lugar que eu
sempre gosto de estar

                                                              VAL

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

POR AÍ...

Correndo por aí...

Com todas essas coisas

Quando o mundo se resume

Prometendo ser aqui

Em cima de mim

Com as mãos

Você age como a resposta



                                                                                          VAL

domingo, 7 de agosto de 2011

NEGRO

Onde a noite nunca acaba

E a luz deixa uma cicatriz
em minha alma

Onde meu coração é usado
para armazenar o
seu amor
  
      O céu é negro       


                                                                     VAL

terça-feira, 26 de julho de 2011

MEU OLHAR

Quando eu olho em seus olhos
porque? ela é uma tentação


Meu olhar tão cansado sem
conseguir dormir


Eu tenho muitos sonhos que são
difíceis de manter


Eu tento ser racional

Eu tento ser sábio


Mas isso tudo é feito em pedaços
e nada pode se salvar 


                                                    VAL



                                                                                                                               

quarta-feira, 13 de julho de 2011

INCÓGNITO!

Se você vem ou se você vai como
  uma sombra na parede
   ninguém sabe

Quem você é, ninguém sabe

incógnito!

Não posso ficar atrás

O amor pode ser como escravidão

Mostre-me seus pecados secretos

 Seduza-me, mais uma vez.
                                                                                                                                                  VAL

sexta-feira, 8 de julho de 2011

NÃO HÁ MEIOS

Existem maneiras e não há meios;

Há flores no jardim, macias ao
  toque e cheiro doce

Há perigos nas flores;

Escolhê-las com sabedoria e 
conhecê-las bem

Você pode escolher flores 
proibidas

Existem maneiras e não há meios;

 Se você pegar flores proibidas,
você pode quebrar os
sonhos de alguém.


                                                                    VAL

terça-feira, 5 de julho de 2011

LETAL

A noite toda me agarro sentindo
a pressão apertando
suavemente

Seus olhos brilhando o tempo todo
com um sorriso doce insinuando
sua boca letal

Pêlo macio de pele como a pele
pele tão macia que dói

Pele muito macia para as
palavras
                                                                                                                                                    VAL

sexta-feira, 1 de julho de 2011

VISÕES

Em um piscar de uma pálpera

Minha alma abriu e eu pude ver
que ela veio me salvar de visões
que surgem, permanecem e
desaparecem

Uma mancha que nunca sai das folhas

É apenas outra noite em que eu acho
tudo emaranhado em nudez

Todo o inferno está se quebrando,
solto,e sem volta


                                                               VAL

terça-feira, 28 de junho de 2011

O MEU AMOR

É dificil dizer!

Eu odeio dizer isso
mas é proválvel

Minha unica amiga,que poderia ser?

Eu me pergunto,sera que tinha um
relógio para mim?

Ninguem sabe!

Mais você acorda de manhã no 
sentimento de um estranho

A noite esfriou e as estrelas
olhou para baixo

E você abraça-se no chão frio

E o meu amor por você ainda
permanece


                                                                     VAL

sexta-feira, 17 de junho de 2011

POSSO SENTIR

Posso olhar para você como você
olha para mim

Posso sentir em você como você
sentiu em mim

Não posso deixar que você veja
  Eu não posso ajudar

Mas para ser o que eu precisava
você vai fazer amor
                                                                                                                                                       VAL

terça-feira, 14 de junho de 2011

A LUA

Quando o amor começou a florescer
com o luar por entre
as árvores

A lua foi crescendo

As estrelas foi se reunindo

E em você deixei-me
levar


                            VAL

sábado, 11 de junho de 2011

ÀS VEZES

Estou pensando no tempo
que passamos juntos

Às vezes deito e imagino que
um dia vou enterrar
tudo isso

  Mas eu nunca vou marcar um
  sentimento que está perto de
 mim e você tão longe

Às vezes não importa é só
fazer acreditar
                                                                                                                VAL

quarta-feira, 8 de junho de 2011

CONTOS DE FADAS

Você andando atráves das nuvens

Eu andando com o vento

A mente selvagem correndo como
borboletas e raios lunares

E tudo o que você  pensa é como
se fosse um contos de fadas
                                                                                                                                                                                                         VAL

domingo, 5 de junho de 2011

RAIOS DO SOL

Parece que tudo o que
restou do último
verão foi você

Você sabe o que faz

Assim como os últimos
raios do sol
                                                               VAL

quarta-feira, 1 de junho de 2011

A SUA ESPERA

Meus refúgios estão esperando
por você

Você me provoca e se afasta

Saboreio seus movimentos como
uma dança

No escuro, tão sozinho a espera
por você chegar
lentamente

Um encontro, um lugar
secreto


                                                                VAL
 

domingo, 29 de maio de 2011

PERPETUEI O SEU AMOR

Com um olhar compreensivo

Você se entregou a mim

O primeiro a tocar sua alma

Você chorou e beijou a minha mão

Ouvi tua voz e olhei por entre
meus dedos

Tudo parecia um imenso ceú azul 

As tuas lágrimas não mostravam
nenhuma dor

E em silêncio perpetuei o fogo
queimando sob o gelo
                                               
                                                                          VAL

quinta-feira, 26 de maio de 2011

FELIZ!

Ouço o murmúrio das ondas quebrando o
silêncio entre nós

Se você tem medo, se você se
sente insegura, deixe-me
muda-la de idéia

Mesmo que no inicio era só prazer

Eu me sinto como um rei
quando a vejo

Seus olhos são um colirio, boca linda
pés maravilhosos

Tens uma beleza digna de
uma rainha
                                                                                VAL

terça-feira, 24 de maio de 2011

ANJO BOM!

O Anjo dos sonhos que tenho
esta aqui novamente

Ele veio como o sol que
entra pela janela

 Ele sorriu e me disse


O quanto mais alto você voa
mais dificil fica de 
você cair
                            VAL

quinta-feira, 19 de maio de 2011

PAIXÃO PROIBIDA

Não fuja do amor

Olhe para trás

Pegue o que quiser

 Mais não fuja do amor

A vida odeia um perdedor

 Mesmo quando a paixão é proibida

Olhe o que você fez

 Mantenha tua cabeça erguida

 E não fuja do amor


                                                                       VAL

domingo, 15 de maio de 2011

MEDO MORTAL

Lençois amarrotados

Lembranças da noite

Palavras deriva em silêncio

Relógios longe do tempo
e eu ainda tenho
medo

De espalhar minhas asas
e voar

Meu medo mortal

Ainda resiste ao meu lado
                                                                                    

                                                                                        VAL

terça-feira, 26 de abril de 2011

NINGUEM SABE!

Como o espaço é quente e profundo
seguimos as pegadas
gigantes

Como caimos ninguem sabe!

Talves como duas almas gêmeas

Se elas não podem nos prender
através de aneis de
saturno

Onde isso vai parar?
ninguem sabe!
                                                                                       VAL

quarta-feira, 20 de abril de 2011

TALVES SEJA AMOR

Sua mão encontra meu rosto

Sua língua em meu pescoço
Você é muito doce, eu sinto
em mim

Talves seja amor

Você pensa no que dizer
eu sussuro em seu
ouvido

Você sorri e olha para longe
 o seu coração grita e você
 pega na minha mão

Seu corpo treme,e hoje podemos
ter o mundo

O seu impulso quer provar o meu
e eu juro que podemos ter
o mundo


                                                                                               VAL

domingo, 17 de abril de 2011

PEQUENOS PEDAÇOS

Estive olhando no espelho por
tanto tempo

Queria eu acreditar na minha alma,
do outro lado

Fragmentos de mim 

Quebrando-se e caindo em
pequenos pedaços

Muito afiado, para colocar de
volta

Demasiadamente pequeno para a
máteria

Mas grande o suficiente para 
 me cortar em tantos
pequenos pedaços

                                                                                                     VAL

quinta-feira, 14 de abril de 2011

PELA LUZ DA LUA

 Venha e deixe-me dissipar o seu medo

Eu quero dançar com você
durante toda a noite

Pela luz da lua, andar feliz
como uma criança

Ser jovem nos seus olhos

Ser doce entre suas coxas

Um ser profundo na tua alma


                                                                          VAL 

My Playlist


Music
Related Posts with Thumbnails